Junta de Freguesia de Carvalhas

História

História da Freguesia das Carvalhas:


Conservadora de uma antiga citânia com quase mais de dois mil anos. Carvalhas, antiga vigararia da apresentação do Reitor de Santa Eulália de Rio Covo, deve a origem do seu nome ao facto de ser terra de muitos carvalhos. Nas Inquirições de 1220, aparece como de Santo Martino de Carvalhas, das “Terras de Faria” e, já desde essa altura, a sua população foi crescendo, apesar de, mo século XVI, ainda ali se encontrarem apenas 26 moradores. Contando com de mais duas dezenas de vizinhos no século seguinte. Carvalhas chegou mesmo a ter 306 habitantes no séc. XIX e, no séc. XVIII, contavam-se, aqui, 61 fogos. Precisamente nesta altura (1749), começou-se a construir, no Lugar de Santo Real, a segunda Igreja Paroquial de Carvalhas, pois a primitiva do antigo Lugar da Igreja, a Sul da Residência Paroquial, tinha chegado a um ponto tal de ruína, que e, 1748 se decidiu mudá-la para ali. Terra fértil de nomes ilustres.

Carvalhas viu nascer, por exemplo, no seu seio, Clemente Ferreira de Macedo Faria Gajo, militar muito activo na proclamação de D. Miguel que chegou mesmo a ser nomeado Tenente-Coronel pelo General Macdoneel.

Descarregue aqui a APP GESAutarquia,

© 2022 Junta de Freguesia de Carvalhas. Todos os direitos reservados | Termos e Condições

  • Desenvolvido por:
  • GESAutarquia